Reader Comments

Pesquisa Indica Que quarenta e quatro por cento Das Casas Brasileiras Têm Cães Ou Gatos

"Joao Vicente" (2018-06-08)

 |  Post Reply

Quer ter um pet saudável? Post Completo Além de oferecer uma dieta caseira natural, balanceada, de altíssimo valor biológico e apropriada à espécie do animal de estimação, você tem que aprender sobre isto vacinas.o relatório completo Sim, vacinas. Pela opinião de diversos especialistas, o exagero de vacinas que vasto porção dos veterinários vem aplicando anualmente nos pacientes, além de ser absolutamente sem necessidade, podes trazer decorrências negativas à saúde do cão ou gato. Temos 2 textos publicados a respeito de no site do Cachorro Verde: Teu Pet é Supervacinado? Vacinação dos Pets a Cada 3 Anos? E sem demora trazemos um artigo escrito pela médica-veterinária holística norte-americana, Dra. Karen Becker, traduzido por nós para o português.


Para conferi-lo no idioma original, clique a respeito da figura abaixo. E não deixe assim como de visitar os links que relacionamos ao encerramento do texto. É muita gente - veterinários, pesquisadores - alertando sobre o assunto os perigos da supervacinação. Entenda que não somos contra a imunização com vacinas. Pelo oposto. Vacinas para pets são indispensáveis. Todos os nossos cães e gatos foram vacinados. O que defendemos é a elaboração de protocolos vacinais sensatos e realistas, levando em consideração particularidades de cada paciente, coisa bem contrário do lucrativo oba-oba que a vacinação se tornou de determinadas décadas pra cá. Apesar de tudo, pensando pela gente, quem é que toma dez vacinas anualmente para o resto da existência?


E olha que entramos em contato com centenas de pessoas todos os dias! Por que é que com nossos pets a coisa é tão diferente? Se chegou até por aqui é porque se interessou a respeito do que escrevi nesse artigo, correto? Para saber mais informações a respeito de, recomendo um dos melhores websites sobre esse foco trata-se da fonte principal no assunto, acesse aqui Post Completo. Caso necessite poderá entrar em contato diretamente com eles na página de contato, telefone ou email e saber mais. Quanto dinheiro você está jogando fora com vacinas para pets?ler em Alguns filhotes desenvolvem afecções incluindo autismo e epilepsia depois de receberem as injeções, alerta o órgão. Post Completo Catherine O’Driscoll, da entidade, comenta: "Não somos contra a vacinação. O que estamos compartilhando é que nos dias de hoje nossos pets estão rebendo vacinas excessivo. O Canine Health Concern alega que alguns cães filhotes e adultos sofreram dramáticas mudanças de modo ou foram diagnosticados com câncer dentro de meses após receberem as injeções de vacinas.


  • Quatro Tipos de Areia pra Gatos
  • Com os pés na África - Autor(a): Sérgio Túlio Caldas - Editora: Editora Moderna
  • É viciada em rádio
  • Dentro de Mim Ninguém Entra - Autor(a): José Castello - Editora: Berlendis & Vertechia

Dependendo dos fatores de risco, teu veterinário poderá ainda sugerir que teu gato receba vacinas pra clamidiose, peritonite infecciosa felina (PIF) e dermatofitose (micose). Vacinas adicionais para cães acrescentam a vacina contra giardíase, bem como uma vacina - ainda inédita no Brasil - que conflito a placa bacteriana e o tártaro (vacina contra a bactéria Porphyromonas)! Acredite ou não, essas recomendações não foram formadas com apoio em nenhum estudo científico - elas são somente "recomendações" no significado mais puro da expressão. Uma vez que seu filhote de cão ou gato esteja inteiramente imunizado contra vírus, ele ficará imune por anos, e frequentemente, por toda a existência.


Vacinar contra patógenos bacterianos cria uma memória (smartphone) no sistema imunológico do pet que socorro a protegê-lo quando ele se expõe a microorganismos danosos. Depois que teu pet obteve todas as vacinas de filhotes, os anticorpos que ele construiu contra os vírus aos quais ele foi imunizado irão protegê-lo também desses mesmos vírus no momento em que estes forem inoculados nas vacinações futuras. Em algumas frases, se as vacinas aplicadas na série de filhote foram bem-sucedidas, a resposta de seu sistema imune às vacinas subsequentes irá combater o efeito das recentes aplicações, convertendo-as inúteis. Todavia vacinas, como cada fármaco, não são livres de efeitos colaterais. Dessa maneira, realizar o reforço vacinal contra os mesmos patógenos (microorganismos causadores de doenças) ano após ano é mais do que um desperdício do seu dinheiro - assim como acarreta riscos cada vez maiores à saúde do seu pet.


Muitas pessoas pela comunidade veterinária holística acreditam que o que as vacinas realizam dentro do organismo do seu pet é transformar a forma das doenças de aguda pra crônica. Tendo como exemplo, os sintomas do vírus da panleucopenia felina são gastrointestinais e adicionam capítulos súbitos e intensos de vômitos e diarréia. O parvovírus canino causa sintomas aproximados. Os pets são vacinados de modo rotineira contra estas duas doenças, e a incidência de doença inflamatória intestinal (inflammatory bowel disease), uma afecção auto-imune crônica dos intestinos, tem aumentado muito em cães e gatos. Também existe uma potencial conexão entre a vacina de raiva e o acréscimo nos últimos 20 a trinta anos no número de animais de estimação medrosos e agressivos. Existe aflição, entre diversos profissionais veterinários de que a vacinação é um fator de risco para importantes doenças auto-imunes como o distúrbio canino potencialmente fatal denominado como anemia hemolítica auto-imune (AHAI). Reações vacinais retardadas são capazes de acarretar doença tireoidiana, alergia, artrite, tumores e convulsões em cães e gatos.


Existe ainda a evidência de uma conexão entre as imunizações felinas e o aparecimento de sarcoma induzido por aplicações de vacinas (um destrutivo tumor maligno). Discuta quais tipos de vacinas teu pet tem que, e com que regularidade, com teu veterinário. Recomendo enfaticamente que você busque um veterinário holístico para tomar conta de teu pet, essencialmente no momento em que o tópico é vacinação. Se você não consegue descobrir um veterinário holístico em sua região, certifique-se de não transportar seu animal a consultórios que promovem reforços vacinais anuais, ou que vendem "pacotes pra filhotes", nos quais você compra todas as vacinas a "preços promocionais".


E não contrate os serviços de nenhum hotel, tosador, centro de adestramento ou creche que exija que você vacine teu pet mais do que o indispensável. Idealmente, pessoas bem informadas na comunidade pet aceitam laudos de titulação de anticorpos (que afirmam que teu pet ainda retrata anticorpos da última vacina que ele obteve). Procure laboratórios que executam exames de titulação de anticorpos vacinais. Certifique-se de que cada vacina que seu cão ou gato recebe atende aos seguintes critérios: - Protege contra uma doença perigoso (o que prontamente risca várias das vacinas da tabela em um momento anterior falada). Seu pet corre risco de ser exposto a essa doença (gatos mantidos em ambientes internos têm insuficiente ou nenhuma exposição). A vacina é considerada efetiva e segura. Se você optar por vacinar o pet, peça ao seu veterinário holístico que prescreva um medicamento homeopático que desintoxica e minimiza os efeitos deletérios das vacinas, chamado Thuja (poderá ser usado pra cada vacina, com a exceção da anti-rábica). Não vacine seu cão ou gato se ele de imediato apresentou alguma séria reação vacinal. A vacina contra raiva é exigida por lei.


Nos Estados unidos, existem duas variedades da mesma vacina - a vacina anti-rábica anual e a vacina anti-rábica trienal. Solicite a vacina anti-rábica que vale por três anos e, peça que seu veterinário holístico prescreva o remédio homeopático que desintoxica o corpo humano dos efeitos da vacina anti-rábica, chamado Lyssina (Lyssin). Insista pra que a primeira dose da anti-rábica seja aplicada após os 4 meses de idade, de preferência próximo dos 6 meses, para restringir possíveis reações.


Insista pra comprar um diagnóstico de titulação de anticorpos vacinais. Este teste irá proteger você e seu veterinário a precisar se seu pet ainda conta com proteção imunológica das vacinações anteriores. Os níveis de anticorpos são mensuráveis a partir de um check-up de sangue. O tipo de diagnóstico de titulação que melhor verifica a resposta imunológica às vacinas é denominado como imunofluorescência indireta pra detecção de anticorpos. Diversos hospitais veterinários estaduais nos Estados unidos estão oferecendo este teste, do mesmo modo laboratórios veterinários privados, como Antech ou Idexx (no Brasil, o laboratório Tecsa bem como ofereça esse serviço). Lembre-se: não se poderá somar imunidade a um pet neste momento imune. Dessa forma, não fique vacinando!



Add comment